terça-feira, 19 de maio de 2009

"FRASE DO SÉCULO".


É grosseira, mas infelizmente é a triste realidade!

SORRIR FAZ TODA A DIFERENÇA!


Já sorriste hoje?
Faz-se assim:
Levantas os cantos da boca
Faz lá uma pequena demonstração para mim,REPITA
UA! RA! RA! RA! RA! RA! .......!!!!
está bem?...

9 perguntas e respostas sobre GRIPE A (GRIPE SUINA= A/H1N1)

1. O que é Influenza A/H1N1 (ou gripe suína)?

É uma doença transmitida por um novo tipo de vírus da mesma família que transmite a gripe. A partir de agora você vai ouvir na televisão, rádio e ler nos
jornais o nome Influenza A/H1N1 e não mais gripe suína.

2. Como é transmitida a Influenza A/H1N1?

É transmitida de pessoa para pessoa especialmente através de tosse ou
espirro. Algumas pessoas podem se infectar entrando em contato com objetos contaminados. Não há registro de transmissão do novo subtipo da Influenza A/H1N1 por meio da ingestão de carne de porco ou produtos derivados.

3. Quais são os sintomas da Influenza A/H1N1?

São sintomas semelhantes aos da gripe: febre alta e tosse, mas em alguns casos também podem aparecer: dor de cabeça e no corpo, garganta inflamada,
falta de ar, cansaço, diarréia e vômitos.

4. Qualquer pessoa pode pegar a Influenza A/H1N1?

No momento, esse contágio está acontecendo de forma restrita em alguns
países. Então, por enquanto, está mais sujeito a pegar a “gripe suína”, quem
viajar para esses lugares. Mas o mundo está em alerta, porque hoje em dia
muitas pessoas viajam para diversos países.

5. O que eu devo fazer se tiver dúvida sobre ter contraído a Influenza
A/H1N1?

Se você chegou de uma viagem internacional e nos últimos 10 dias da sua chegada surgirem sintomas como febre alta (maior do que 38°C), tosse, dor de cabeça, dor no corpo, garganta inflamada, procure um serviço de saúde e informe sobre sua viagem. O médico avaliará se você é um caso suspeito ou
apenas um caso em que deve ser acompanhada a evolução dos sintomas.

6. A Influenza A/H1N1 pode apresentar complicações?

Como qualquer gripe pode evoluir para sinusite ou até para um quadro com
comprometimento pulmonar.

7. Se eu pegar a doença, tem tratamento?

Sim, existe remédio por via oral que combate o vírus da Influenza A/H1N1.

Outras medidas como repouso, ingestão de líquidos e boa alimentação podem
auxiliar na recuperação da sua saúde.

8. Existe uma vacina?

Ainda não existe uma vacina contra a Influenza A/H1N1. Os grandes institutos
de pesquisa do mundo já estão trabalhando na produção de uma vacina. Os pesquisadores acreditam que será possível ter uma vacina para a Influenza
A/H1N1 ainda em 2009.

9. O que devo fazer para a prevenção da Influenza A/H1N1?

Para proteger as pessoas próximas, cubra sempre o nariz e a boca quando
espirrar ou tossir. Lave as mãos frequentemente com água e sabão porque você pode ter tocado uma superfície que contenha saliva de uma pessoa infectada e ao levar as mãos à boca ou olhos pode se infectar. Sempre que possível evite aglomerações ou locais pouco arejados. Mantenha uma boa alimentação e hábitos saudáveis.


Através dessa atividade de divulgação das informações, todos nós estaremos colaborando para que a gripe A não se alastre no Brasil.
Viu como é fácil dar nossa colaboração?
Agora, através da internet, também podemos fazer a nossa parte.
Conto com seu apoio para divulgar essas informações.

Abraços

segunda-feira, 18 de maio de 2009

A SURPRESA.


Um senhor de 70 anos viajava de
trem, tendo ao seu lado um
jovem universitário , que lia o
seu livro de ciências .

O senhor , por sua vez ,
lia um livro de capa preta.
Foi quando o jovem
percebeu que se tratava
da Bíblia e estava aberta
no livro de Marcos .

Sem muita cerimônia o jovem interrompeu
a leitura do velho e perguntou :
- O senhor ainda acredita neste livro cheio
de fábulas e crendices ?

-Sim , mas não é um livro de crendices . É a
Palavra de Deus . Estou errado ?

Respondeu o jovem :
- Mas é claro que está ! Creio que o senhor
deveria estudar a Historia Universal .
Veria que a Revolução Francesa , ocorrida
há mais de 100 anos , mostrou a miopia da
religião .
Somente pessoas sem
cultura ainda crêem que
Deus tenha criado o mundo
em seis dias . O senhor
deveria conhecer um pouco
mais sobre o que os nossos
cientistas pensam e dizem
sobre tudo isso .

- É mesmo ? Disse o senhor.
- E o que pensam e dizem os
nossos cientistas sobre a Bíblia?

- Bem , respondeu o universitário
, como vou descer na próxima
estação , falta-me tempo agora ,
mas deixe o seu cartão que lhe
enviarei o material pelo correio
com a máxima urgência .

O velho então , cuidadosamente ,
abriu o bolso interno do paletó e
deu o seu cartão ao universitário .

Quando o jovem leu o que estava escrito ,
saiu cabisbaixo sentindo-se pior que uma
ameba .

No cartão estava escrito : Professor
Doutor Louis Pasteur , Diretor Geral do
Instituto de Pesquisas Cientificas da
Universidade Nacional da França .
“ Um
pouco de ciências nos afasta de Deus .
Muito , nos aproxima “.

terça-feira, 12 de maio de 2009

RENDA EXTRA


Uma empresa séria para quem está precisando de uma renda extra a partir de casa ou em suas horas livres:Leia reportagem do Jornal o GLOBO.
Contatos: mpnatural.30@gmail.com / ou deixar mensagem no blog.

sábado, 9 de maio de 2009

ÁGUA E ENVELHECIMENTO.




Sempre que dou aula de Clínica Médica a estudantes do quarto ano de Medicina, lanço a pergunta:
"Quais as causas que mais fazem o vovô ou a vovó terem confusão mental?"
Alguns arriscam:
"Tumor na cabeça".
Eu digo:
"Não".
Outros apostam:
"Mal de Alzheimer".
Respondo, novamente:
"Não".
A cada negativa a turma espanta-se.
E fica ainda mais boquiaberta quando enumero os três responsáveis mais comuns :
diabetes descontrolado ;
infecção urinária;
a família passou um dia inteiro no shopping, enquanto os idosos ficaram em casa.

Parece brincadeira, mas não é.
Constantemente vovô e vovó, sem sentir sede, deixam de tomar líquidos.
Quando falta gente em casa para lembrá-los, desidratam-se com rapidez .
A desidratação tende a ser grave e afeta todo o organismo .
Pode causar confusão mental abrupta, queda de pressão arterial, aumento dos batimentos cardíacos ("batedeira"), angina (dor no peito), coma e até morte.

Insisto :
não é brincadeira.
Ao nascermos, 90% do nosso corpo é constituído de água.
Na adolescência, isso cai para 70%.
Na fase adulta, para 60%.
Na terceira idade, que começa aos 60 anos, temos pouco mais de 50% de água.
Isso faz parte do processo natural de envelhecimento.
Portanto, de saída, os idosos têm menor reserva hídrica.

Mas há outro complicador:
mesmo desidratados, eles não sentem vontade de tomar água,
pois os seus mecanismos de equilíbrio interno não funcionam muito bem.

Explico:
nós temos sensores de água em várias partes do organismo.
São eles que verificam a adequação do nível.
Quando ele cai aciona-se automaticamente um "alarme".
Pouca água significa menor quantidade de sangue, de oxigênio
e de sais minerais em nossas artérias e veias.
Por isso, o corpo "pede" água.
A informação é passada ao cérebro, a gente sente sede e sai em busca de líquidos.

Nos idosos, porém, esses mecanismos são menos eficientes.
A detecção de falta de água corporal e a percepção da sede ficam prejudicadas.
Alguns, ainda, devido a certas doenças, como a dolorosa artrose, evitam movimentar-se até para ir tomar água .
Conclusão:
idosos desidratam-se facilmente não apenas porque possuem reserva hídrica menor, mas também porque percebem menos a falta de água em seu corpo.
Além disso, para a desidratação ser grave, eles não precisam de grandes perdas, como diarréias, vômitos ou exposição intensa ao sol.
Basta o dia estar quente - e o verão já vem aí -
ou a umidade do ar baixar muito -
como tem sido comum nos últimos meses.

Nessas situações, perde-se mais água pela respiração e pelo suor.
Se não houver reposição adequada, é desidratação na certa.
Mesmo que o idoso seja saudável, fica prejudicado o desempenho das reações químicas e funções de todo o seu organismo.

Por isso, aqui vão dois alertas.
O primeiro é para vovós e vovôs:
tornem voluntário o hábito de beber líquidos.
Bebam toda vez que houver uma oportunidade.
Por líquido entenda-se água, sucos, chás, água-de-coco, leite.
Sopa, gelatina e frutas ricas em água, como melão, melancia, abacaxi, laranja e tangerina também funcionam. O importante é, a cada duas horas, botar algum líquido para dentro .
Lembrem-se disso !

Meu segundo alerta é para os familiares:
ofereçam constantemente líquidos aos idosos.
Lembrem-lhes de que isso é vital.
Ao mesmo tempo, fiquem atentos.
Ao perceberem que estão rejeitando líquidos e, de um dia para o outro, ficam confusos, irritadiços, fora do ar, atenção.
É quase certo que esses sintomas sejam decorrentes de desidratação.
Líquido neles e rápido para um serviço médico.

Arnaldo Lichtenstein (46), médico, é clínico-geral do Hospital das Clínicas e professor colaborador do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

domingo, 3 de maio de 2009

Mais um Selinho!!!!!!







Agradeço esse selinho à amiga do blog: minhaunicaesperança.blogspot.com.Pas-------sem por lá, é muito legal!
Obrigado pela indicação e pelo carinho!
Super beijo!!!!!!



Regras deste selo: Esse é o Troféu do Amigo! Esses blogs são extremamente
charmosos. Esses blogueiros têm o objetivo de serem amigos. Eles não
estão interessados em se autopromover. Nossa esperança é que quando os laços
desse troféu são cortados ainda mais amizades sejam propagadas. Entregue esse
troféu para oito blogueiros(as) que devem escolher oito outros blogueiros(as) e
incluir esse texto junto com seu troféu!!!


Indico esses amigos do blog para receberem esse selinho:

**nicholasgimenes.blogspot.com
**umnovolhar-mariah.blogspot.com
**obemviver.blogspot.com
**pitadasdilu.blogspot.com
**ministeriofabricio.blogspot.com
**rosesouzarosa.blogspot.com
**jesusminhapaz.blospot.com
**sonsdesonetos.blogspot.com

ALTO AJUDA.

FELICIDADE: Uma escolha positiva. A felicidade pode ser definida como uma sensação de contentamento espir...